Um Blog para todos que adoram Fuscas, Aventuras, Passeios, Viagens, Off-Road e carros em geral!

Especial: Um rápido encontro com um trio de novos amigos

3 comentários


Dentre os muitos contatos que recebemos no Blog, um deles nos chamou a atenção pelo convite inusitado: o trio composto pelo Artur, sua namorada Mariana e o valente Gaspar, um Fusca 1.300L, ano 1977, queria se enveredar pelos caminhos tortuosos e viciantes do off-road.

Gaspar, Artur e Mariana são exímios viajantes terrestres, tendo já realizado façanhas muito bacanas com o Fusquinha, atingindo destinos como a Bahia e Espírito Santo, por exemplo. Uma equipe de respeito, sem dúvida alguma!

Obviamente, nós e a Penélope adoramos a ideia e, assim, num sábado a tarde, resolvemos brindar a entrada desses novos integrantes ao nosso universo lameiro, recebendo os novos amigos com muita honra e alegria!

Para realizarmos uma introdução gradativa, e aproveitando-se da disponibilidade de muitas adversidades naturais do local, fomos para o Terreno do Puma, em Atibaia - SP, que é um verdadeiro playground para os off-roaders.

Adentramos ao parque de diversões pelo acesso fácil, o qual, em dias secos, é transponível por praticamente quaisquer carros, ainda que os mais baixos possam sofrer alguns ralados em suas partes inferiores...







Iniciamos a brincadeira descendo uma rampa um pouco lisa com erosões leves, chegando na parte mais baixa do Puma, a qual, mesmo com o tempo tão seco, sempre ostenta enormes atoleiros. Optamos por não enfiar os Fuscas desnecessariamente em poças de lama tão fundas e, então, apenas circulamos pelo local, retornando pelo acesso da pista de aeromodelismo.

Na sequência, e objetivando aumentar gradativamente o nível de dificuldade (e por conseguinte de emoção) da brincadeira, saímos da parte média para acessar os locais mais altos do local, subindo por um caminho com erosões mais complexas e com grandes ângulos de inclinação.

Empregando-se a técnica correta, os besouros conseguem transpor sem dificuldades e sem esforços desmedidos os obstáculos. O Artur confessou-me ter ficado surpreso com a facilidade apresentada no avanço das erosões pelos nossos valentes carrinhos. Ainda que soubesse da inata habilidade dos VW Sedan no fora de estrada, ele afirmou que não esperava transpor trechos tão complicados com tanta facilidade!

Antes de encerrar a primeira incursão mais radical do Gaspar no fora de estrada, descemos e subimos alguns barrancos, demonstrando que a fama de valentia destas viaturas não é mero folclore.






As muitas horas e quilômetros percorridos ao volante do seu brinquedo certamente permitiram ao Artur ter grande intimidade com a viatura, haja vista que, apesar de ser a primeira vez em situações similares, ele demonstrou total controle sobre a máquina, logrando pleno êxito em todas as investidas, sem nenhum tipo de dificuldade!

Satisfeitos com esta primeira missão, e após alinharmos que não tínhamos vontade de atolar os carros no dia (algo que fatalmente aconteceria se optássemos por brincar nos atoleiros fundos ou nas erosões mais complicadas), decidimos encerrar esta pequena confraternização indo até a Pedra Grande, de onde contemplaríamos o por do sol.

Por infortúnio, uma frente fria havia chegado na região, de forma que o visual não permitiria ver o pôr-do-sol em todo o seu esplendor (ainda que seja muito bacana ver as camadas de nuvens praticamente na nossa altitude). Além do mais, estava um frio considerável lá em cima... muito embora o combatente seja superior ao clima.

Resolvemos descer e cada um seguir o seu caminho, pois o nosso mais novo casal de amigos ainda iria avançar mais um pouco pelo interior de São Paulo para participar da festa do morango em Jarinu-Atibaia. Diga-se de passagem, eles realmente gostam de rodar no Fusquinha...

É muito bacana ver que, a cada dia, nosso grupo de amigos trilheiros está aumentando... e a quantidade de Fuscas no comboio tem crescido exponencialmente!




Afinal de contas, como bem reforçou o Artur, e com todo o respeito aos colegas fusqueiros de outras tribos, mas, enquanto grande parte do pessoal está gastando fábulas de dinheiro para deixar o Fusca potente e bom de rodar no asfalto, muitas vezes sacrificando confiabilidade, nós, ao contrário, exploramos aquilo que ele faz de melhor, que é andar por onde muitos carros jamais ousariam sequer tentar... e com total e plena confiabilidade!

Parabéns, Artur e Mariana, pelas histórias, aventuras, pela viatura... e bem-vindos ao time!

Nos vemos na estrada!

3 comentários :

  1. Bem vindos Artur e Mariana, se já eram apaixonados por Fuscas, irão turbinar esse amor participando dos passeios com essa turma de doidos e amantes do Off Road. Muito legal descobrir coisas novas e boas em uma relação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernando! Agradecemos pela acolhida! À espera de nova oportunidade para desbravar mais terrenos precários com essa turma! Um abraço!

      Excluir
  2. Obrigado pela visita, amigos! A vida está um pouco corrida, mas certamente que vamos achar uma data para passearmos. Aliás, descobri uma estradinha bacana, na rua de casa kkkk...

    ResponderExcluir